Texto de Mark Nascimento (Ascom Secult)

Fazer objetos inanimados ganharem vida é a especialidade dos manipuladores de bonecos, que utilizam técnicas de manejo variadas. O público terá a oportunidade de conhecer o trabalho desses artistas alagoanos na 1° Mostra de Bonecos de Alagoas, que acontece entre os dias 3 a 5 de setembro, às 20h, com transmissão no canal do YouTube da Secretaria de Estado da Cultura (Secult). O projeto é realização da Camilo Produções e Eventos, com apoio do Governo de Alagoas, através da Secult, e IOV Brasil Secção Alagoas – Organização Internacional de Folclore e Artes Populares, filiada à UNESCO.

Com o objetivo de fomentar a cultura bonequeira de Alagoas, o evento contará com uma programação diversa, como apresentações de grupos de teatros de bonecos, oficinas, ações de diversidade cultural, além de palestras e roda de conversa. Dessa forma, Alagoas se destaca pelo trabalho de preservação do trabalho desenvolvido pelos seus bonequeiros, mantendo sua identidade cultural e colaborando para a riqueza tradicional do Estado.

A realização da mostra traz o reconhecimento dos artistas bonequeiros que há muito tempo vem atuando, alegrando e perpetuando esse segmento da cultura popular. “Como representante da IOV Brasil Secção Alagoas, venho pesquisando as manifestações populares de nosso Estado para difusão nacional e internacional. Esse projeto inédito vai ser de grande contribuição para nossa cultura e agradeço imensamente o apoio da Secult e toda sua equipe”, disse o produtor cultural do evento, Ricardo Camilo.

Para a secretária de Estado da Cultura, Mellina Freitas, a Mostra é uma ótima oportunidade para conhecer um pouco mais da diversidade cultural do nosso Estado. “O projeto apresentará ao público um panorama geral do que é produzido em Alagoas no segmento de teatro de bonecos e marionetes, uma arte milenar, artesanal e encantadora”, destacou.

Segundo o ator e apresentador Naéliton Santos, o evento traz um desejo de amplitude dessa linguagem artística. “Acredito que a Mostra possa ampliar essa arte para todo estudo e provocar a produção de bonequeiros em Alagoas”, pontuou. 

Confira abaixo a programação completa:

3 DE SETEMBRO

Naéliton Santos e Tiridá

Mestre Zé Dário – Zé Buchada e Bastião Violeiros do Sertão

Chistian Honda – O Macaquinho e os caroços de milho

Mestra Adriana Chaluppe – Boneca Abayomi – Artesanato e poesia

4 DE SETEMBRO

Naéliton Santos e Tiridá

Marcos Bonecos – Mamulengo Kfundó

Carmen Freire – Mateu o Palhaço Negro

Mestra Vânia Oliveira – Oficina de Bonecos

5 DE SETEMBRO

Naéliton Santos e Tiridá

Pierre Pelgrine – Os Embolados com Flora e Alecrin

Tadeu dos Bonecos de Penedo

Roda de Conversa

Homenagem ao Mestre Zé Dário – Mamulengo Sururú